Select Page

Exclusivo: O interior como rota de sucesso no sul

Exclusivo: O interior como rota de sucesso no sul

Com grande quantidade de cultura para consumir nos grandes centros, é comum que os habitantes de metrópoles como Rio e São Paulo pouco saibam sobre os movimentos que acontecem em outas regiões do país. DJs, por outro lado, sempre estão viajando e entrando em contato com estes movimentos. E o burburinho não nega: o interior dos três estados do Sul é uma mina de ouro para fãs, público e artistas da música eletrônica, em especial artistas nacionais. Para saber mais sobre este fenômeno, fomos atrás do ZAC, DJ e codinome por trás de Thiago Zacchi – empresário do Amazon Club. O Amazon fica na cidade de Chapecó, cidade do Oeste catarinense com pouco mais de 165.000 habitantes.

Em cidades como Chapecó, o público não tem os mesmos cacoetes dos habitantes de grandes cidades, acostumados a receber artistas internacionais toda semana. Com um aeroporto pequeno que faz em média 4 vôos por dia, seria impossível exigir que um clube tivesse atrações internacionais todo mês. Ainda assim, artistas como Loco Dice, Sasha e Hernan Cattaneo já se apresentaram no Amazon, que é um local onde os DJs nacionais sentem-se igualmente prestigiados, assim como os convidados internacionais. Abaixo você entende mais sobre o fenômeno que vem tomando conta de cidades como Chapecó, Passo Fundo (lar da Beehive e Hija), Papanduva (terra do Field), São Bento (lar do Chakra), Cascavel (terra da festa Sharp Movement) e Caxias do Sul (onde nasceu a festa itinerante Colours).

BRMC: É verdade que o público tem se tornado mais receptivo aos nomes locais nos últimos anos? Conte um exemplo:

ZAC: Acredito que sim. Os nomes locais se tornaram atrativos para o público por seus méritos como DJs e produtores musicais. Hoje temos artistas locais com um conteúdo super interessante, lançando em labels muito boas, de nível internacional, fazendo sets que têm uma qualidade incrível, com profissionalismo de verdadeiros artistas. Posso citar como exemplo uma festa que fazemos, chamada FRIENDS, na qual só tocam artistas locais e é uma das que mais traz retorno para o Club.

BRMC: No seu club/festa, como o público se relaciona com os residentes?

ZAC: Nós temos artistas residentes que conseguem corresponder às expectativas, e um público que entrega boa pista para o artista, tornando a relação construtiva e benéfica, que aproxima ambas as partes. É normal hoje o público ter clamor por artistas residentes, inclusive pedir eles nos line-ups e aguardar o set.

BRMC: Qual é a importância de uma cena local forte, na sua opinião?

ZAC: Acredito que uma cena local forte repercute na visibilidade e no respeito pela cena eletrônica como um todo, mas também abre caminhos para os artistas da região e faz com que os clubes daqui consigam investir cada vez mais no público, trazendo bons artistas e tornando as festas cada vez mais agradáveis.

BRMC: Quais os fatores que ajudaram o interior de Santa Catarina e Rio Grande do Sul a tornarem-se uma potência tão grande na música eletrônica nacional, hoje?

ZAC: É difícil apontar alguns fatores, o conjunto da obra é o que nos dá o resultado final. Eu acho que a quantidade de artistas de alto nível que passaram por aqui, no caso de Chapecó, se você pegar o histórico dos últimos anos, temos nomes como Sasha, Booka Shade, Hernan Cattaneo, Nick Warren, Lee Foss, Kolombo, Danny Daze, Loco Dice, Nastia. Acredito que não são muitas regiões que recebem esses artistas, na frequência que está acontecendo aqui. Como fator positivo, cito a entrega que o nosso Club tem oferecido ao público. Existe um esforço máximo da equipe para que tudo funcione da melhor maneira possível.

BRMC: Como você descreveria o público e a energia do Sul?

ZAC: Energia é algo que se sente e no seu conceito ela gera algo… Isso pode ser até um conselho pra quem está lendo essa matéria: a união é a única fonte de energia para conseguirmos algo, juntos seremos sempre mais fortes. Se o Sul hoje é um exemplo, é devido à união dos envolvidos, e principalmente pela humildade das pessoas que fazem tudo acontecer.

Newsletter - BRMC

Inscreva-se e fique por dentro da indústria da música eletrônica do Brasil e da América Latina

SUCESSO!