Select Page

Selo alemão Get Physical apresenta Cocada, compilação 100% brazuca

Selo alemão Get Physical apresenta Cocada, compilação 100% brazuca

Realizada através de uma colaboração entre a Brazil Music Conference e o selo Get Physical (representados pela dupla Roland Leesker e Matt De Plessis, respectivamente diretor de operações e A&R), o álbum concretiza um namoro que já dura anos. Compilada e mixada pelo carioca Leo Janeiro, DJ/Produtor e precursor da cena eletrônica, a coletânea “Get Physical Presents: CoCaDa”, que terá 14 faixas, tem lançamento programado para Fevereiro de 2018.

“Sob o nome ‘CoCaDa’ vamos lançar músicas, workshops e festas sempre com o objetivo de dar visibilidade à música eletrônica produzida no Brasil e nos países da América Latina”, diz Roland Leesker.

“Nosso desejo é criar uma plataforma internacional para produtores emergentes do underground, mas também para artistas já consagrados”, revela Plessis, que completa: “Queremos dar a oportunidade de o mundo todo provar um pouco dessas delícias sonoras que vêm sendo produzidas no Brasil”.

Claudio da Rocha Miranda Filho, criador da conferência que, ao longo de 9 anos, se tornou a maior de música eletrônica da América Latina, conta que a plataforma CoCaDa concretizou um desejo antigo do BRMC, de facilitar intercâmbios entre o mercado exterior e artistas nacionais.

“O Roland é um personagem que tem um prazer enorme em experimentar novos sons de outras culturas e continentes, e, naturalmente, essa característica intensificou o interesse dele, e do selo, pelo Brasil”, diz Claudio.

Para fazer a ponte entre o selo alemão e o mercado local, Leo Janeiro foi recrutado como A&R do projeto. “O mais difícil foi a quantidade de músicas boas que tínhamos para escolher. Esse foi um problema bom. O que mais chamou a atenção do Roland e do Matt foi a originalidade das faixas”, diz Leo Janeiro.

Ao longo das faixas, o álbum contempla novíssimos nomes da cena nacional, como Hauy, Afternude, Ossaim, Nuno Deconto, ao lado de artistas que já estão circulando há um bom tempo, caso dos duos Lacozta, Mumbaata, Bruce Leroys e dos produtores HNQO, Carrot Green e André Salata, além dos veteranos Renato Ratier, Gabe, Rodrigo Ferrari, Flow & Zeo e o próprio Leo Janeiro.

Esquentando os tamborins antes do lançamento oficial da compilação, serão lançados dois EPs em formato digital. O Cocada EP1, com as faixas “Redpath”, do produtor brasileiro radicado no Canadá, Hauy, e “When Say My Name”, do carioca Ossaim. O Cocada EP2 trará as faixas “Raízes”, de Nuno Deconto, e “Blaze”, parceria entre Leo Janeiro e o duo Mumbaata.

Vale lembrar que esta não é a primeira investida da Get Physical no Brasil. Os alemães já bancaram lançamentos de artistas como Digitaria, Renato Ratier, Davis, Carrot Green, L_cio, André Salata, Anna, Rafael Moraes, Fractal Mood e Zopelar, tanto em releases individuais quanto em coletâneas como a “Brazil Gets Physical”.

A memória afetiva em torno do nome desse delicioso doce de coco ralado em ponto de rapadura serve como embalagem perfeita para a primeira compilação do cultuado selo alemão.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter - BRMC

Inscreva-se e fique por dentro da indústria da música eletrônica do Brasil e da América Latina

SUCESSO!